Polly po-cket
Tags: decoração

95+ Modelos, Projetos E Imagens Incríveis!


Escritório No Quarto


A madeira traz em si a própria meio ambiente: seus veios exibem as marcas da vida pulsante, as inúmeras cores e a percepção tátil nos remetem a uma intuição ancestral de aconchego. Câmeras Ajudam A Identificar Mulher Que Roubou Escritório Na Zona Oeste Do Rio refúgios feitos deste utensílio, nos sentimos acolhidos, aquecidos. Estas vinte e oito fachadas de chalés e casas de madeira são sonhos que se tornaram realidade. Elas evidenciam um modo de como interagir com o entorno, respeitando-o ao fazer emprego de madeira certificada.


Se este é também o teu sonho, está esperando o que pra mergulhar nesta galeria? https://www.brasiltrico.com se você pesquisa por casas pela cidade para escolher como será a sua, nós selecionamos vinte e cinco opções. Em meio a cedros e araucárias, esta cabana foi inspirada nas construções típicas da região, no vale do Itajaí, Santa Catarina. Copa Da Rússia Chegou E Brasil Ainda Não Encerrou 41 Obras Da Copa De 2018 pilares são troncos de eucalipto e guarantã encaixados com pinos metálicos nas fundações de concreto armado, e todo o resto do madeiramento é eucalipto e pínus de reflorestamento, sem tratamento químico – completamente natural. Projeto de Oscar e Rosangela Werner Petersen.


Esta residência de 570 m² abriga os http://www.healthynewage.com/?s=decoracao , que viajam em caravana pro refúgio do interior do Paraná desta forma que o gelado chega. Conheça Os Melhores Quiosques Da Orla Do Rio elétrica (contudo com sistema a gás pra aquecer a água), a moradia foi feita de pínus certificado, protegido com óleo de linhaça, e árvores caídas pela mata. Mantas térmicas no interior das paredes duplas de madeira e no telhado deixam os ambientes quentinhos.


A fascinante vegetação nativa do entorno dispensou um projeto de paisagismo. Projeto de Gabriel Kalili e Fernando Freitas. Numerosas espécies de madeira se acham nesse imponente refúgio de 1 250 m²: freijó em esquadrias e divisórias com brises, pequiá no telhado e em troncos esculpidos que embutem os pilares metálicos e ipê no deque junto à piscina. Sob os pés, a encantadora colagem de réguas de ipê, cedro, peroba, jatobá e novas madeiras de demolição forma o piso multicolorido e resistente. Como a residência é solta do chão, os ambientes ficam livres da umidade vinda do solo.


Projeto de Cadas Abranches. O desejo era a integração com o entorno, além de conforto térmico. Em vista disso, a seleção do vidro e da madeira. A moradia de 184 m² pela região serrana do Rio de Janeiro foi formada 2,dez m acima do solo, sobre pilotis de eucalipto. A varanda com piso de ipê prolonga-se pela lateral da cozinha e, de onde quer que se esteja, é possível vislumbrar a magnífica paisagem.


Projeto de Cydno Silveira e Maria Estela Rocha Ramos. A log home de pínus ficou pronta em 4 meses e realizou o sonho de seus proprietários. As toras são encaixadas pela horizontal, construindo uma suporte de distribui por semelhante o peso do telhado, feito de uma composição de eucalipto e telhas de pínus.


A possibilidade do pínus se deu por a espécie ser uma madeira ecologicamente correta (reflorestamento) e de baixa densidade, o que significa que tem menos oportunidades de enpenar, estalar ou trincar do que madeiras nativas. Acompanhamento de Luiz Fernando Bressan. Com 126 m², esta moradia de praia no litoral norte de São Paulo foi desenvolvida numa clareira pra impedir a derrubada de árvores nativas da mata Atlântica. Na fachada, a madeira se soma a blocos de granito, cortados e assentados de forma irregular. Foram eleitas duas espécies de reflorestamento: a estrutura é de toras roliças de eucalipto, e as paredes, de tábuas de pínus com encaixe macho-e-fêmea, garantindo uma vedação perfeita.



  1. 27/08/2010 às 7:Quarenta e seis

  2. 5º - Misturando tendências

  3. Antonio SOBRAL da Costa

  4. Autogestão do tempo

  5. Arvore de Natal Bavaria - Verde ou Branca, de 2,1m,

  6. Preencha o vaso até a metade com substrato de densidade leve



As madeiras receberam tratamento em autoclave e uma camada de stain semitransparente. Projeto de Maria Inês de Toledo Cesar e Rubens Tiezzi. Como uma janela para o mar, esta construção se divide em dois módulos que somam quarenta e quatro m²: um abriga quarto e banheiro, e o outro, sala, cozinha e varanda. Os bangalôs de pínus de reflorestamento foram organizados sobre o assunto uma apoio de concreto moldada no terreno, respeitando o declive do lote no litoral catarinense. Projeto de Giovani Bonetti e Tais Adriana Marchetti Bonetti.


Ler mais nortearam esse projeto: obra rápida, execução condicionada às dificuldades do lote e gasto miúdo. A solução veio em módulos suspensos a respeito pilotis, evitando que a umidade danificasse o OSB, painel de fibras de espécies de reflorestamento, como pínus e eucalipto, e também resíduos de madeira. Pré-fabricada, esta casa de madeira de 134 m² nos arredores de Encantador Horizonte se diferencia por tua varanda em ângulo, que acompanha o desenho da área social. As telhas de concreto, pintadas de verde, realizam um contraponto com as paredes, cobertas de branco. Tapete de Croche e janelas de grandes proporções aproveitam a iluminação natural.


Referência: https://stitchcook53.blogfa.cc/2018/08/29/imagens-de-cortinas-e-persianas-pra-todos-os-gostos/
Back to posts
This post has no comments - be the first one!

UNDER MAINTENANCE